Espólio do Museu da Cortiça de Silves

“A vereadora da CDU, Rosa Palma, apresentou ontem (7 de Agosto), na reunião ordinária da Câmara Municipal de Silves, uma proposta para que o Executivo Permanente PSD da Câmara Municipal de Silves assegure verbas para adquirir o espólio cultural do Museu da Cortiça de Silves, no mais breve prazo possível. Esta proposta foi aprovada por unanimidade.

Assim, deixando para outro momento e local a análise das causas e responsabilidades, a CDU tenta evitar que aquele valioso património cultural se perca, no todo ou em fragmentos. É urgente salvar a maquinaria e vários objectos ligados à transformação da cortiça, com valor histórico e industrial. Seria criminoso não salvaguardar o maior arquivo documental do mundo sobre a história da indústria da cortiça. Seria imperdoável não preservar o espólio daquele que em 2001, com o prémio Luigi Micheletti, foi considerado o melhor museu industrial europeu e é, ainda hoje, o principal Museu da Cortiça em Portugal.

CDU Silves”
Consulte a proposta aqui

Silves a 14.Março.2012

Dia 14 de Março do corrente ano.

Reunião do executivo para votação do Orçamento 2012 para o Município de Silves.

Estão presentes a vereadora da CDU Rosa Palma, a presidente da Câmara Municipal, Isabel Soares, com os 2 vereadores do PSD, Rogério Pinto e Jorge da Silva e o PS  faz-se representar por dois vereadores, Fernando Serpa e outro que vai substituir ou Lisete Romão ou Mário Maximino. Não fiquei a saber qual dos vereadores do PS não se fez representar. Ou seja, do PS faltou um vereador visto que são três e apenas dois se encontravam presentes. Assim o executivo constava da presidente da Câmara Municipal, dois vereadores do PSD, dois vereadores do PS e uma vereadora da CDU.

Passando à votação do Orçamento para 2012 há a discussão de que falta gente e sendo um assunto importante a vereadora da CDU, Rosa Palma, propõe que se passe a votação para quando estiverem presentes todos os membros do executivo. A esta proposta o vereador Fernando Serpa diz que sim, que se podia passar a votação para outro dia, que era bem pensado. A Presidente da Câmara, Isabel Soares, chama-o à atenção e diz-lhe que não foi isso que combinaram ontem!!!!!

Ou seja, passa-se à votação do Orçamento, 3 votos a favor do PSD (a Presidente, e os dois vereadores), dois votos contra do PS (que assim até parece que são mesmo contra) e um voto contra da CDU. Como a Presidente tem voto de qualidade em caso de empate, a proposta de Orçamento foi aprovada. Caricato.

No fim, os vereadores do PSD e do PS devem ter comentado entre eles, “linda panelinha esta que comprámos hoje”!