Rogério Pinto e as famigeradas promessas em campanha eleitoral

veja a entrevista:

https://socialcam.com/v/uedwGmzv?autostart=true

De promessas está a governação desta autarquia cheia, são 16 anos. Rogério Pinto assimilou a única coisa que Isabel Soares sabia fazer. Promete agora desassorear o Rio Arade e refere numa nuvem de mistério que há investimentos para 2014. O Rio Arade nunca foi desassoreado porque o ‪#‎PSD‬ com Isabel Soares, e já em 2011 com Rogério Pinto, é verbo de encher e projecto que nunca foi feito – até porque a obra nunca foi adjudicada. Quanto aos investimentos mistério – frase feita para agarrar as pessoas a uma esperança que ainda têm mas que verá tanto a luz do dia como viu o rio. 16 anos de uma mão cheia de nada para a maioria das freguesias do concelho. O lema da campanha eleitoral de Rogério Pinto deveria ser: prometer sempre. Já que trabalhar no que promete, está quieto. Aliás, lembrem-se bem da campanha de marketing, a que o ‪#‎Governo‬ da mesma cor deu uma ajuda, aquando do tornado. Ajuda zero, única coisa que fizeram foi dizer que a autarquia podia endividar-se. E mencionar ainda que se não fosse a ajuda dos presidentes das juntas de freguesia do concelho, a cidade de Silves não teria sido limpa como foi, ao contrário do que o Sr. Presidente diz: que foi ele.

Como somos apologistas que as pessoas devem ter a maior informação disponível para apreciarem os assuntos com coerência e contextualizados, sobre o processo de desassoreamento do Rio Arade deixamos aqui um memorando da autoria de Francisco Martins.

Rogério Pinto em Campanha Eleitoral

veja a entrevista:

https://socialcam.com/v/78ZxVttk?autostart=true

Ora, eu sou jovem e estou descontente com o trabalho do actual presidente da Câmara Municipal de ‪Silves‬. Afinal, olhe-se para o concelho, e fora estas reportagens de maquilhagem social – a que a televisão pública se devia escusar, o que é que tem sido feito nas freguesias do concelho – de Armação de Pêra a São Marcos da Serra? E pela juventude? Quantos amigos, jovens adultos, é que já partiram para fora do concelho mas também do país porque aqui a realidade de trabalho é inexistente? Mas, esperar algo diferente do mesmo partido ‪PSD‬ que nos governa a nível nacional, há quase 3 anos, e concelhio, há 16 anos, era ser-se além de ingénuo, ignorante. Certo?

Silves a 14.Março.2012

Dia 14 de Março do corrente ano.

Reunião do executivo para votação do Orçamento 2012 para o Município de Silves.

Estão presentes a vereadora da CDU Rosa Palma, a presidente da Câmara Municipal, Isabel Soares, com os 2 vereadores do PSD, Rogério Pinto e Jorge da Silva e o PS  faz-se representar por dois vereadores, Fernando Serpa e outro que vai substituir ou Lisete Romão ou Mário Maximino. Não fiquei a saber qual dos vereadores do PS não se fez representar. Ou seja, do PS faltou um vereador visto que são três e apenas dois se encontravam presentes. Assim o executivo constava da presidente da Câmara Municipal, dois vereadores do PSD, dois vereadores do PS e uma vereadora da CDU.

Passando à votação do Orçamento para 2012 há a discussão de que falta gente e sendo um assunto importante a vereadora da CDU, Rosa Palma, propõe que se passe a votação para quando estiverem presentes todos os membros do executivo. A esta proposta o vereador Fernando Serpa diz que sim, que se podia passar a votação para outro dia, que era bem pensado. A Presidente da Câmara, Isabel Soares, chama-o à atenção e diz-lhe que não foi isso que combinaram ontem!!!!!

Ou seja, passa-se à votação do Orçamento, 3 votos a favor do PSD (a Presidente, e os dois vereadores), dois votos contra do PS (que assim até parece que são mesmo contra) e um voto contra da CDU. Como a Presidente tem voto de qualidade em caso de empate, a proposta de Orçamento foi aprovada. Caricato.

No fim, os vereadores do PSD e do PS devem ter comentado entre eles, “linda panelinha esta que comprámos hoje”!