Corte no salário mínimo: governo rasga acordo já estabelecido

Francisco Lopes num jantar com apoiantes em Oliveira de Azeméis destacou na sua intervenção a sua indignação perante um novo roubo aos trabalhadores que PS e o grande patronato, sob o aplauso de PSD e CDS, acabam de consumar com o rasgar do acordo já estabelecido para aumento do salário mínimo nacional.

Não é possível calar a minha viva indignação perante um novo roubo aos trabalhadores que PS e o grande patronato, sob o aplauso de PSD e CDS, acabam de consumar com o rasgar do acordo já estabelecido para aumento do salário mínimo nacional. Ao renunciar à fixação em 500 euros do seu valor, substituindo-o pelo montante de 485 euros, o governo PS retira, a partir de Janeiro, do bolso dos trabalhadores 15 € mensais.

Francisco Lopes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s