quotidiano

Ontem a não-aliança foi notícia no jornal Barlavento.

Fernando Serpa delira ao querer dar mérito à aprovação da proposta de Imposto Municipal sobre Imóveis que o PS apresentou verbalmente (porque não a levava preparada). Rio-me. Pagamos, nós munícipes, mais 0,05% porque não quiseram votar a favor da proposta da CDU que apresentou taxas mais baixas. Como perguntava José Mario Branco:

Com essa patranha, nada envergonhada, lixou-se a população, que é quem vai pagar a factura. Afinal “qual é” a do PS Silves?

Porque há coisas que se reciclam e são aperfeiçoadas, deixo aqui a recente transformação de um objecto, conhecido pela maioria das pessoas, a ventoinha.

Como alguém disse “é a ventoinha mais radical que já vi na minha vida. Como é que funciona?”.

Questionamento que tem lugar sempre que aparece algo diferente… Observem as reacções das pessoas:

(ainda não se encontra à venda em Portugal)

One thought on “quotidiano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s